quarta-feira 24 de julho de 2024
Apresentação resultados Nucleo de Serviços FIEB Sebrae -Foto: Divulgação
Home / DESTAQUE / Parceria entre FIEB e Sebrae-BA apoia liberação de R$ 39 milhões em crédito
quinta-feira 20 de junho de 2024 às 19:01h

Parceria entre FIEB e Sebrae-BA apoia liberação de R$ 39 milhões em crédito

DESTAQUE, NOTÍCIAS


Nos últimos 12 meses, o Núcleo de Serviços FIEB Sebrae Sindicatos atendeu quase 900 empresas baianas

Micro e pequenas empresas baianas acessaram mais de R$39 milhões em 257 operações de crédito, nos últimos 12 meses, com o apoio do Núcleo de Serviços FIEB – Sebrae – Sindicatos. Os resultados do último ano do projeto, realizado em parceria pela Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB) e o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas na Bahia Sebrae-BA, foram apresentados na terça-feira, em reunião na sede da FIEB.

Presente em 10 municípios baianos, o Núcleo de Serviços FIEB – Sebrae – Sindicatos oferece, além do apoio para acesso a crédito e financiamento, serviços nas áreas de meio ambiente e responsabilidade social, internacionalização e associativismo. “Esse projeto começou com atendimento para acesso ao crédito e se estendeu para meio ambiente, internacionalização e associativismo, levando os serviços que a FIEB oferece para o interior do estado. Sem a parceria com o Sebrae não seria possível alcançar esses resultados”, pontuou o vice-presidente da FIEB, Sérgio Pedreira, na abertura do evento.

O superintendente do Sebrae-BA, Jorge Khoury, falou sobre a importância da parceria com a FIEB, que tem como objetivo contribuir para a competitividade das empresas baianas. “Juntos podemos fazer muito mais e atingir os nossos objetivos com mais clareza e dinâmica. Sobre o crédito, não estamos falando somente da liberação, mas da orientação para a tomada de crédito, para que seja aplicado naquilo que as empresas precisam”, ressaltou.

No último ano, 872 empresas baianas foram atendidas pelo Núcleo de Acesso ao Crédito (NAC), que conta com profissionais especializados para orientar e identificar a linha de crédito que melhor se encaixa ao perfil e necessidade das empresas. O núcleo apoia os empresários na interlocução com as instituições financeiras parceiras e no acompanhamento do processo.

Das empresas atendidas pelo NAC nos últimos 12 meses, 93% eram de micro e pequeno porte. Uma delas foi a Guttos Sorvetes, de Alagoinhas, que recebeu orientação e conseguiu crédito para a instalação de um painel de energia solar. “Agora nós temos eficiência energética e conseguimos uma redução de cerca de 90% do nosso custo de energia, sem falar no benefício ambiental com o uso da energia renovável”, contou o empresário Augusto Matos.

Além do apoio para acesso ao crédito, o contato com o Núcleo de Serviços FIEB – Sebrae – Sindicatos também abriu portas para o Sebraetec, através do qual está construindo um modelo de franquias para o negócio; e para o Brasil Mais Produtivo, que tem como foco a eficiência na produção da sorveteria.

Outros resultados

O balanço das ações do Núcleo de Serviços FIEB – Sebrae – Sindicatos foi apresentado pelo coordenador de pequena e média indústria da FIEB, Bruno Kieckhofer. Ele destacou que o Núcleo de Serviços prestou 99 atendimentos a empresa na área de meio ambiente, além da realização de dois cursos sobre ESG e outro sobre licenciamento ambiental. Na área de internacionalização, foram 74 atendimentos a empresas, além de oito capacitações e 12 mentorias no âmbito do projeto Origem Bahia. Já na área de associativismo, foram realizadas 15 novas associações e outras 21 estão em processo.

“Conseguimos ampliar a nossa base, com a adesão de empresas de cacau e de óleo vegetal. O núcleo de serviço tem nos apoiado a identificar empresas industriais que podem fazer parte da base dos sindicatos, além de levar informações sobre os benefícios do associativismo e os serviços oferecidos pelo Sistema FIEB”, comentou o presidente do Sindicato das indústrias de Extração de Óleos Vegetais e Animais e de Produtos de Cacau e Balas no Estado da Bahia (Sincaol), Hilton Lima.

Veja também

Lula: maior desafio da humanidade, acabar com a fome exige decisão política

“Nunca, tantos tiveram tão pouco, e tão poucos concentraram tantas riquezas. Nada é tão absurdo …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!