quarta-feira 19 de janeiro de 2022
Foto: Divulgação
Home / NOTÍCIAS / Nubank ultrapassa o Itaú e se torna o banco mais valioso da América Latina valendo R$ 230 bilhões
quinta-feira 9 de dezembro de 2021 às 08:01h

Nubank ultrapassa o Itaú e se torna o banco mais valioso da América Latina valendo R$ 230 bilhões

NOTÍCIAS


O banco digital Nubank precificou suas ações nesta última quarta-feira (8) a US$ 9 cada, em uma oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) na Bolsa de Valores de Nova York. Criado há oito anos para oferecer um cartão de crédito gratuito, o Nubank se tornou o banco listado em bolsa de valores mais valioso da América Latina, valendo US$ 41,5 bilhões (cerca de R$ 230 bilhões), à frente do Itaú Unibanco.

O Nubank revelou os preços em documento enviado à Securities and Exchange Comission (SEC) antes de sua estreia na bolsa na quinta-feira (9). O IPO está sendo visto como indicador do apetite dos investidores por fintechs em mercados emergentes. Uma estreia bem-sucedida pode abrir caminho para que várias outras startups, inclusive da América Latina, listem ações, enquanto uma recepção fraca pode levar muitos a atrasar seus planos.

Na semana passada, o Nubank decidiu reduzir sua avaliação do IPO em 20%, após enfrentar a fraca demanda de investidores cautelosos com fintechs bancárias não lucrativas. Além de reduzir sua avaliação, o Nubank também reuniu alguns investidores âncora com apetite para adquirir pelo menos US$ 1,3 bilhão em ações, incluindo sócios atuais como Sequoia e Tiger Global, e novos, como SoftBank Latin America.

O IPO de Nubank também ressalta como as fintechs estão enfrentando bancos físicos no cenário bancário altamente concentrado da América Latina. Com o respaldo da Berkshire Hathaway, de Warren Buffett, da Tencent Holdings e da Sequoia, entre outros, o Nubank planeja usar os recursos para capital de giro, despesas operacionais e de capital e também para aquisições.

O presidente e fundador do banco, David Velez, um colombiano formado em Stanford, decidiu empreender em produtos financeiros na América Latina após perceber a burocracia para abrir uma conta corrente no Brasil. Atualmente, a fintech possui 48 milhões de clientes no Brasil, México e Colômbia. Morgan Stanley, Goldman Sachs, Citigroup e NuInvest lideram a oferta como coordenadores globais.

Veja também

Programa ‘Morar Melhor’ da Prefeitura reforma mais 100 casas em Sussuarana

O programa Morar Melhor segue promovendo mais qualidade de vida às famílias que vivem em …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Um dos maiores formadores de líderes empresariais do mundo nasceu no Brasil

error: Content is protected !!