segunda-feira 15 de agosto de 2022
Molon ao lado de artistas, após ser excluído de evento com Lula na quadra da Unidos da Tijuca - Foto: Reprodução
Home / NOTÍCIAS / Molon mantém candidatura ao Senado no Rio e abrirá vaquinha para arrecadar recursos retirados pelo PSB
sexta-feira 5 de agosto de 2022 às 16:11h

Molon mantém candidatura ao Senado no Rio e abrirá vaquinha para arrecadar recursos retirados pelo PSB

NOTÍCIAS, POLÍTICA


A despeito da pressão para que desista da candidatura ao Senado nesta sexta-feira (5), Alessandro Molon (PSB) vai anunciar nesta tarde que mantém a candidatura, e lançará uma vaquinha para o financiamento de sua campanha durante coletiva de imprensa prevista para às 17h.

A permanência de Molon na disputa era tida como incerta após o diretório nacional do PSB decidir que sua campanha não receberia verba do fundo eleitoral.

O gesto do PSB foi um sinal para o comando nacional do PT de que Molon não conta com apoio da direção socialista, após a ameaça do PT Rio de romper a aliança com Marcelo Freixo (PSB) e apoiar outro candidato para o governo do estado.

A crise entre os dois partidos se deu porque Molon resiste a abrir mão de sua candidatura ao Senado para apoiar o nome indicado pelo PT, o presidente da Assembleia Legislativa do Rio, André Ceciliano.

O partido argumenta que Molon descumpriu o acordo para apoiar o nome do PT ao Senado, uma vez que o candidato ao governo do estado já é do PSB. Molon diz que não foi feito acordo nenhum.

Depois de alguns dias de impasse, porém, a direção do PT fluminense voltou atrás e o comando nacional do PT anunciou que permanecerá com Freixo.

Agora sem o financiamento do PSB, Molon pretende percorrer o estado e estruturar eventos de campanha a partir do dinheiro recolhido com a vaquinha virtual.

A estratégia conta com o apoio de artistas como Caetano Veloso, Maria Gadu e Pretinho da Serrinha, que já programaram um show para o dia 31 de agosto para arrecadar recursos. A cantora Anitta, que já manifestou apoio à candidatura de Molon nas redes sociais, também avalia se participará do evento.

Uma das organizadoras da vaquinha é a produtora Paula Lavigne, coordenadora do grupo de ativistas culturais 342 artes, mulher de Caetano e apoiadora de primeira hora de Molon. “A gente vai arrumar esse dinheiro para a campanha dele”, garante Lavigne, que organizou uma campanha de arrecadação similar na disputa de Boulos há dois anos.

Segundo ela, a campanha de Guilherme Boulos (PSOL) à prefeitura de São Paulo em 2020 amealhou R$ 1 milhão em doações, incluindo vaquinha e a arrecadação de um show de Caetano Veloso em uma live na internet.

Naquela eleição, Boulos fez uma campanha bem sucedida nas redes sociais e deixou concorrentes de peso como Márcio França (PSB) e Celso Russomanno (Republicanos) fora do segundo turno.

Veja também

Cadastro para receber auxílio caminhoneiro começa nesta segunda-feira

Caminhoneiros sem operações de transporte de carga registradas no primeiro semestre, de 1º de janeiro …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!