quinta-feira 28 de outubro de 2021
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Home / JUSTIÇA / Ministro Marco Aurélio diz que decisão de Fachin sobre Lula causa “perplexidade”
terça-feira 9 de março de 2021 às 10:48h

Ministro Marco Aurélio diz que decisão de Fachin sobre Lula causa “perplexidade”

JUSTIÇA, NOTÍCIAS


O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Marco Aurélio Mello disse que a decisão do ministro Edson Fachin de anular as condenações do ex-presidente Lula (PT) na Lava Jato causa “perplexidade”.

O decano disse não ter lido a liminar proferida por Fachin, que declarou a incompetência da 13ª Vara Federal de Curitiba julgar as ações contra Lula. Afirmou, no entanto, que vai se “debruçar” sobre a decisão do colega.

“A decisão causa uma perplexidade enorme e não é entendida pela sociedade em geral. Realmente, ainda vou me debruçar na decisão proferida e ver as premissas lançadas pelo ministro Fachin”, declarou Marco Aurélio em entrevista concedida à BandNews TV nesta última segunda-feira (8).

“O que surge inicialmente é a potencialização do princípio da territorialidade. Ou seja, o órgão competente para julgar a ação é o do local em que foi cometido o crime. E tudo indica que ele concluiu que os crimes não foram praticados no Paraná”, disse o ministro.

Em outra entrevista, concedida ao jornal O Globo, Marco Aurélio afirmou que o ex-juiz e ex-ministro da Justiça Sergio Moro, que julgou as ações contra Lula em Curitiba, “não pode ser execrado”.

“Não podemos, a esta altura da vida judicante, execrar o juiz Sergio Moro. Ele tem uma folha de serviços prestados ao país”, disse.

Gilmar quer julgar suspeição de Moro

O ministro Gilmar Mendes vai insistir na análise das acusações de suspeição do ex-juiz de Curitiba. O assunto deve entrar na pauta da sessão da 2ª Turma do Supremo desta 3ª feira (9).

Veja também

Bolsonaro viaja a Itália para participar da Reunião de Cúpula do G20 em Roma

O presidente da República vai embarcar para a Itália na noite desta quinta-feira (28), por …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!