terça-feira 23 de julho de 2024
Foto: Reprodução
Home / NEGÓCIOS / Lucro líquido da BrasilAgro na safra 2021/22 aumenta 64%, para R$ 520 milhões
sexta-feira 2 de setembro de 2022 às 16:52h

Lucro líquido da BrasilAgro na safra 2021/22 aumenta 64%, para R$ 520 milhões

NEGÓCIOS, NOTÍCIAS


A BrasilAgro, líder na aquisição, desenvolvimento e venda de propriedades rurais com alto potencial de valorização, registrou lucro líquido de R$ 520,1 milhões na safra 2021/22 (exercício encerrado em 30 de junho de 2022), o que corresponde a um aumento de 64%, margem líquida de 26%, em comparação com a safra anterior 2020/21 (R$ 317,6 milhões).

A receita líquida totalizou recorde de R$ 1,5 bilhão, crescimento de 98% ante 2020/21 (R$ 748,718 milhões), sendo R$ 1,2 bilhão referente a comercialização de produtos agrícolas e R$ 316,2 milhões em venda de fazendas, conforme balanço divulgado na quinta-feira à noite (1º).

Mesmo com imprevistos com o clima, na Bahia e em Mato Grosso, que prejudicaram a produção de algodão e milho safrinha, os executivos da empresa destacaram o avanço de 59% do lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) das operações (R$ 496,6 milhões ante os R$ 312,6 milhões da safra passada). O resultado foi “reflexo da comercialização de 2,4 milhões de toneladas de produtos agrícolas”. O Ebitda ajustado total atingiu R$ 748,1 milhões, 105% maior que o aferido na safra 2020/21 (R$ 365,7 milhões), com margem 8 pontos porcentuais acima, passando de 30% para 38%.

Durante a última safra, a companhia vendeu duas propriedades, incluindo 3.723 hectares da Fazenda Alto Taquari, em Mato Grosso, a maior negociação já realizada pela empresa, totalizando R$ 589 milhões (valor nominal), dos quais R$ 329,7 milhões foram contabilizados nesse exercício e o saldo será reconhecido em 2024. No mesmo período, a BrasilAgro também vendeu 4.573 hectares de uma área na Bahia. No caso desta transação, o valor arrecadado foi de R$ 130,1 milhões (valor nominal). “Essas vendas, além de relevantes para a história da companhia, reforçam nossa tese imobiliária de geração de valor através da valorização do preço das terras”, diz trecho do balanço.

O balanço traz, ainda, a atualização do portfólio de terras da BrasilAgro, formado por 275.412 hectares, em seis Estados brasileiros, no Paraguai e na Bolívia.

Veja também

Geraldo Júnior critica o transporte público de Salvador

Durante entrevista concedida aos jornalistas Mateus Morais e Jony Torres, na manhã desta segunda-feira (22), …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!