domingo 14 de agosto de 2022
Foto: Lucas Moura/Secom
Home / NOTÍCIAS / Largos da Lapinha e Pirajá são preparados pela Prefeitura para o 2 de Julho
terça-feira 28 de junho de 2022 às 18:48h

Largos da Lapinha e Pirajá são preparados pela Prefeitura para o 2 de Julho

NOTÍCIAS


Dois pontos históricos de Salvador, os largos da Lapinha e Pirajá estão sendo preparados para os festejos do 2 de Julho, data da Independência da Bahia, que acontecem na capital baiana, a partir da sexta-feira (1º). A ação é coordenada pela Fundação Gregório de Mattos (FGM), com apoio de diversos órgãos municipais.

No Largo de Pirajá foram feitas pintura e reparações, no monumento em homenagem ao General Labatut. Já no Pavilhão 2 de Julho, na Lapinha, a montagem dos carros alegóricos do Caboclo e da Cabocla, figuras que representam os indígenas, que lutaram contra a presença dos colonizadores portugueses na cidade, seguem em pleno vapor.

A decoração nos pontos dos festejos é inspirada no tema da festa deste ano, “A construção da nossa história”, a cargo do artista plástico Ray Vianna. Ele contou que o projeto vem sendo trabalhado, intensamente, há um mês e a inspiração para as peças vem dos próprios símbolos da festa, como as cores das bandeiras do Brasil e da Bahia e as cestarias indígenas.

“Convidamos o artista Daniel Soto, que já desenvolve um trabalho com os personagens populares do 2 de Julho, para apresentar personagens em sete grandes painéis, nas peças que estarão distribuídas por todo o circuito da Lapinha, Santo Antônio, Pelourinho, Terreiro de Jesus, Avenida Sete e Campo Grande”, completou Vianna.

O retorno dos festejos da Independência da Bahia com participação popular, após dois anos a pandemia, é aguardado com grande expectativa. “Vem gente de quase toda Salvador para nosso bairro. Depois de dois anos de espera, a festa é muito bem-vinda”, comemorou o comerciante do bairro de Pirajá, Antônio Xavier.

História

O Largo de Pirajá ficou conhecido pela Batalha de Pirajá, ocorrida em 8 de novembro de 1822, quando a tropa brasileira, comandada pelo general francês Pedro Labatut, enfrentou 250 soldados portugueses, no embate que durou oito horas e envolveu mais de quatro mil homens.

O confronto foi marcado pela atuação do corneteiro Luís Lopes que, ao invés de executar o toque de retirada, tocou o “Cavalaria, avançar!”, assustando os militares portugueses, que recuaram do local. Já o Largo da Lapinha foi o local de chegada das tropas do exército libertador à cidade.

Programação cívica

A programação do 2 de Julho será iniciada na quinta-feira (30), com a saída do Fogo Simbólico da cidade de Cachoeira, no Recôncavo Baiano. A chegada em Salvador, no Largo de Pirajá, acontece no dia seguinte, às 16h.

No sábado (2), às 6h, haverá a tradicional queima de fogos no Largo da Lapinha, que marca a preparação do Cortejo Cívico. Na sequência, estão previstos o hastear das bandeiras e a deposição de flores, no monumento do General Labatut. Às 8h30, a primeira parte do cortejo será iniciada, em direção à Praça Thomé de Souza, com homenagens aos heróis da Independência pelo Convento da Soledade, Ordem Terceira do Carmo e Irmandade de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos.

A partir das 14h, a segunda parte da caminhada segue em direção ao Campo Grande. Nesta etapa do percurso, a pira do Fogo Simbólico será acesa por Hebert Conceição, campeão olímpico de boxe. O momento será acompanhado pelo hasteamento das bandeiras, deposição de flores no Monumento ao 2 de Julho e a execução do Hino Nacional e do Estado da Bahia.

Programação cultural

Além da programação cívica, estão previstas diversas atrações artístico-culturais, dentro das celebrações do 2 de Julho. No sábado (2), às 9h, o grupo Encenação Museu Vivo na Cidade apresenta a intervenção “Heróis da Independência saúdam o Caboclo e a Cabocla”, na sacada da Casa do Benin. Em seguida, às 12h, o espaço ainda promove o projeto “Culinária Musical”, em que o afrochef Jorge Washington prepara um cardápio especial e recebe o cantor Sinho Bernardo, com participação da cantora Denise Correia. Na ocasião, acontece ainda a performance poética com Jocelia Fonseca e mais uma intervenção do Encenação Museu Vivo na Cidade.

Às 17h30, no Largo do Campo Grande, o público pode prestigiar o 31º Encontro de Filarmônicas, sob a regência do maestro Fred Dantas. No domingo (3), às 17h, ainda no Campo Grande, o cantor Gerônimo apresenta um repertório especial em celebração à data. Na sequência, às 19h, a Orquestra do Maestro Fred Dantas anima o Baile da Independência, que promove uma ambiência dos tradicionais bailes com quermesse.

Por fim, na terça-feira (5), às 18h30, os carros emblemáticos do Caboclo e da Cabocla retornam ao Pavilhão, no trajeto que parte do Campo Grande à Lapinha. Estão previstas a participação da Orquestra do Maestro Reginaldo de Xangô, fanfarras e grupos culturais.

Veja também

Janja, Michelle Bolsonaro e Giselle entram em ação para ajudar seus ‘maridos candidatos’

Rosângela Silva, a Janja, Michelle Bolsonaro e Giselle Bezerra atuam de forma ativa segundo reportagem …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!