segunda-feira 23 de maio de 2022
Foto: Reprodução
Home / DESTAQUE / Jorge Khoury afirma que Refis para o Simples foi a salvação
sábado 18 de dezembro de 2021 às 07:19h

Jorge Khoury afirma que Refis para o Simples foi a salvação

DESTAQUE, NOTÍCIAS


A Câmara dos Deputados aprovou o projeto que permite a renegociação de dívidas para empresas que se enquadram no Simples. O programa de parcelamento para empreendedores individuais, micro e pequenas empresas, tem potencial para renegociar R$ 50 bilhões em dívidas. Foram 382 votos favoráveis e 10 contrários.

O projeto, relatado pelo deputado Marco Bertaiolli (PSD-SP), já havia sido aprovado no Senado e foi encaminhado para sanção presidencial.

A aprovação autoriza a renegociação de dívidas dos encargos legais de pequenas empresas ligadas ao Simples e Micro-Empreendedores Individuais (MEI) foi um belo presente de Natal para o pessoal que se complicou na pandemia, diz Jorge Khoury , superintendente do Sebrae na Bahia.

— O projeto dá desconto de até 90% em multas e de 100% dos encargos legais pelas dívidas durante a pandemia. Na Bahia, isso atinge diretamente em torno de 25 mil empresas e MEIs. Sem dúvida, um alívio, disse Khoury na coluna de Levi Vasconcelos.

Segundo a coluna, não seria pouco. O conjunto da dívida é estimado em R$ 50 bilhões. Os empresários poderão pagar a entrada, que pode ser em até dez vezes, e terão mais 180 meses (15 anos) para quitar o resto.

Jorge Khoury é Superintendente do Sebrae na Bahia, mas já foi Secretaria da Indústria e Comércio, Juazeiro, BA, 1975-1979; Professor, Faculdade de Agronomia, Juazeiro, BA, 1976-1977; Coordenador Adjunto, Secretaria da Indústria e Comércio, Salvador, BA, 1979-1980; Diretor, Secretário da Indústria e Comércio, Salvador, BA, 1980-1982; Secretário da Indústria, Comércio e Mineração da Bahia, 1995-1998; Secretário do Meio Ambiente e Recursos Hídricos da Bahia, 2003, secretário de Educação de Salvador e muito mais.

Atividades Sindicais Representativas de Classe Associativas e Conselhos:

Presidente, Associação Universitária de Engenharia de Transportes da UFBA, 1972-1974; Presidente, Associação Universitária de Juazeiro, BA, 1972.; Membro, Conselho de Administração da Secretaria de Planejamento, Ciência e Tecnologia, Salvador, BA, 1983-1986; Presidente, Conselho de Administração da Cetrel S.A., 1995-1998; Membro, Conselho de Administração Bahigás, 1995-1998; Membro, Conselho Deliberativo, SEBRAE, 1995-1998; Presidente, Conselhos da Bahiadesign, 1995-1998; Titular, Conselho Superior de Meio Ambiente, 2008..

Estudos e Cursos Diversos:

Formado em Engenharia Civil na Universidade Federal da Bahia, em Salvador, BA, 1970-1975..

Veja também

“Se ACM Neto ganhar no primeiro turno, ele apoia quem para presidente?”

Apoiador do presidente Jair Bolsonaro (PL), o vereador de Salvador e pré-candidato a deputado federal …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!