terça-feira 21 de setembro de 2021
Home / NOTÍCIAS / Iphone faz atualização de emergência contra programa israelense espião; entenda
segunda-feira 13 de setembro de 2021 às 19:06h

Iphone faz atualização de emergência contra programa israelense espião; entenda

NOTÍCIAS


A Apple lançou, nesta segunda-feira (13), uma atualização de emergência no software de seus equipamentos, incluindo iPhones, iPads, Apple Watches e computadores, para proteger seus usuários da ação de um programa espião que dispensa a necessidade de que a pessoa clique em um link malicioso para infectar o sistema.

Pesquisadores da Universidade de Toronto, no Canadá, descobriram, no fim da semana passada, que o celular Apple de uma ativista saudita havia sido infectado sem que ela soubesse e sem que fosse enganada por link malicioso. Ela teria sido vítima de um ataque “zero clique”, o mais avançado meio de espionagem virtual atualmente.

Programa espião

Em julho deste ano, um consórcio de jornalistas coordenado pela ONG Anistia Internacional revelou uma lista de 50 mil possíveis vítimas de espionagem por um programa desenvolvido por uma empresa israelense chamada NSO Group. O programa Pegasus é oferecido pela empresa, em princípio, a governos, para ser usado seguindo as leis de cada país.

Trata-se de um supergrampo, capaz de infectar secretamente dispositivos eletrônicos, gravar o conteúdo dos aparelhos e até mesmo ativar microfones e câmeras.

Segundo a denúncia do consórcio de imprensa, que incluiu veículos como o inglês The Guardian, países com governos autoritários – como é o caso da Arábia Saudita – usaram a ferramenta para espionagem em larga escala. Na lista vazada, constam nomes de centenas de jornalistas, ativistas, advogados e até de chefes de Estado, como o presidente francês Emmanuel Macron, que trocou de telefone após a revelação.

A novidade que a atualização da Apple revela é que os aparelhos da empresa, tidos como muito seguros, também estavam vulneráveis a esses ataques “zero clique”.

De acordo com o jornal norte-americano The New York Times, o time de segurança da empresa trabalhou intensamente, desde a terça-feira (7), para resolver a vulnerabilidade que possibilitou a invasão identificada pelos pesquisadores canadenses.

iPhone 13 tem design revelado antes da hora por marca de capinhas

No domingo (12), a fabricante de acessórios para celulares Spigen revelou em seu Twitter oficial o suposto design do iPhone 13, incluindo a organização das câmeras em diagonal e uma tela de 6,1 polegadas. No mesmo dia, o insider “Majin Bu” lançou uma listagem de capinhas do dispositivo, sustentando a mudança estética das lentes no celular.

O vazamento veio dois dias antes do evento online da Apple, que acontecerá na terça-feira (14) às 14h (horário de Brasília). Além da nova família de smartphones, espera-se também que a empresa anuncie o Apple Watch Series 7 e os AirPods de terceira geração.

Vale ressaltar que a Spigen exibiu apenas a estética de um único modelo, possivelmente o “comum”. Espera-se que a companhia revele quatro variantes diferentes — Mini, “normal”, Pro e Pro Max —, então o número de câmeras e o tamanho da tela podem variar dependendo do modelo.

Caso as informações sejam verídicas, as novas capinhas serão mais vibrantes quando comparadas às do iPhone 12 e estarão disponíveis nas cores grafite, azul claro, verde meia-noite, azul escuro, laranja, creme, vermelho e rosa.

Veja também

Capitão Alden endossa Marcos Pollon e volta a criticar secretário da SSP por declarações sobre armas lícitas

Em vídeo publicado nas redes sociais, o presidente do Pro Armas, Marcos Pollon, criticou as …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!