segunda-feira 6 de dezembro de 2021
Foto: Reprodução
Home / CURIOSIDADES / Homem é espancado e quase morre após ser confundido com o maníaco Lázaro Barbosa
quarta-feira 23 de junho de 2021 às 12:17h

Homem é espancado e quase morre após ser confundido com o maníaco Lázaro Barbosa

CURIOSIDADES, NOTÍCIAS


O rapaz afirmou que foi sequestrado por quatro pessoas encapuzadas e espancado com pedaços de madeira

Um homem chamado Brendo foi espancado, nesta última terça-feira (22), próximo ao autódromo de Campo Grande em Mato Grosso do Sul – às margens da BR-262 – por sua semelhança com o serial killer Lázaro Barbosa.

Segundo seu depoimento ao Corpo de Bombeiros – que realizou seu resgate – a vítima ficou mais de três horas solicitando socorro, sem sucesso.

Segundo o Campo Grande News, Brendo apresentou na polícia os documentos confirmando sua identidade e deu detalhes sobre pontos de Campo Grande, o que descartou qualquer possibilidade de se tratar do procurado, apesar da semelhança no tom de pele, traços do rosto e dos cabelos negros.

O homem contou uma versão de cinema sobre o que ocorreu. Diz ter sido sequestrado por volta do meio-dia, no Bairro Tiradentes. Segundo ele, quatro encapuzados o abordaram e o obrigaram a entrar em um carro preto. De lá, partiram para a região do autódromo.

Já no local, distante da área urbana, a vítima afirma ter sido espancada com pedaços de pau e abandonada na região.

Ferido, o rapaz foi flagrado por motoristas andando às margens da rodovia sinalizando para carros e gritando por socorro, porém, ninguém parou. Disse que não morreu por sorte.

Depois de horas tentando ajuda, o jovem não resistiu, caiu desmaiado próximo a pista. Pessoas que passavam pela área acionaram a polícia e o Corpo de Bombeiros dizendo que viram “um cara parecido com Lázaro na rodovia”.

Brendo foi socorrido com ferimentos nas costas, pescoço e cabeça e levado para a Santa Casa e estaria internado em obrevação.

Veja também

Projeto pode impor a executivos de empresas regras iguais às adotadas para lobistas

Executivos de empresas privadas que se reunirem com agentes públicos para tratar segundo a Folha …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!