quarta-feira 18 de maio de 2022
Home / Mundo / MUNDO / Helicóptero com chefe do Estado-Maior da Índia cai e ao menos sete morrem
quarta-feira 8 de dezembro de 2021 às 10:12h

Helicóptero com chefe do Estado-Maior da Índia cai e ao menos sete morrem

MUNDO, NOTÍCIAS


Um helicóptero que transportava o comandante do Estado-Maior indiano, o general Bipin Rawat, caiu nesta quarta-feira (8) no estado de Tamil Nadul, no sul, e provocou pelo menos sete mortes, informa a AFP.

“Um helicóptero Mi-17V5 do exército indiano com o chefe do Estado-Maior da Defesa a bordo, o general Bipin Rawat, teve um acidente hoje perto de Coonoor, em Tamil Nadu”, afirmou a Força Aérea indiana em uma mensagem no Twitter.

O general, de 63 anos, seguia com a mulher e outros oficiais para a Escola do Estado-Maior da Defesa, informou uma fonte militar à AFP.

Até o momento não foram divulgadas informações sobre o estado de saúde de Rawat.

A Força Aérea informou que iniciou uma investigação para determinar a causa do acidente.

O ministro das Florestas do estado de Tamil Nadu, K. Ramachandran, declarou ao jornal Times of India que sete corpos foram recuperados na área do acidente.

“Vários feridos foram levados para o hospital”, declarou à AFP uma fonte do corpo de bombeiros de Coonorr.

O aparelho caiu em uma área de floresta a quase 10 quilômetros da rodovia mais próxima, para a qual as equipes de resgate tiveram que caminhar até o local do acidente, afirmou à AFP outra fonte do corpo de bombeiros.

Nas imagens divulgadas pela imprensa, algumas pessoas tentam apagar as chamas com baldes d’água e um grupo de soldados retira um dos passageiros em uma maca improvisada.

O helicóptero decolou da base aérea militar de Sulur, em Coimbatore (Tamil Nadu).

Bipin Rawat, considerado próximo ao primeiro-ministro Narendra Modi, é o primeiro comandante do Estado-Maior da Índia, cargo criado pelo governo em 2019.

Rawat vem de uma família com uma tradição militar de várias gerações a serviço do exército indiano.

Ele entrou para o exército em 1978 e comandou as forças na parte indiana da Caxemira e ao longo da “Linha de Controle Real” na fronteira com a China.

Também lutou contra os insurgentes do nordeste da Índia e supervisionou uma operação de contrainsurgência na fronteira com Mianmar.

Entre 2017 e 2019 foi o comandante do exército. E foi promovido, segundo analistas, para melhorar a coordenação entre as Forças Armadas.

O helicóptero russo modelo Mi-17, envolvido no acidente, entrou em serviço na década de 1970 e é utilizado por exércitos de todo o mundo, mas sofreu diversos acidentes nos últimos anos.

O mais recente aconteceu em novembro, quando 14 pessoas morreram na queda de um aparelho deste modelo do exército do Azerbaijão.

Veja também

Líder do Governo na AL-BA dialoga com comunidade LGBTQUIA+

“É lamentável, mas necessário, que no século XXI a gente tenha que construir uma lei …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!