terça-feira 16 de julho de 2024
O terminal de cargas da Petronac tem um desvio ferroviário com capacidade de carregamento de 32 vagões simultâneos - Foto: Valec
Home / DESTAQUE / Empresa decide reativar a ferrovia Bahia-Minas investindo mais de R$ 12 bilhões
quinta-feira 20 de abril de 2023 às 06:36h

Empresa decide reativar a ferrovia Bahia-Minas investindo mais de R$ 12 bilhões

DESTAQUE, NEGÓCIOS, NOTÍCIAS


A empresa MTC – Multimodal Caravelas vai lançar o projeto no próximo dia 30 de abril na cidade de Caravelas no extremo sul da Bahia. O investimento previsto é de mais de R$ 12 bilhões. A ferrovia terá trajeto semelhante ao original, ligando Caravelas a Araçuaí, no Vale do Jequitinhonha, com percurso de 442 quilômetros.

Está prevista a passagem de ramal por Teixeira de Freitas, ao norte da linha, e Mucuri, ao sul da estrada também na Bahia, previstos no projeto. O contrato para o projeto foi assinado entre a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) e MTC – Multimodal Caravelas em 17 de fevereiro de 2023 e publicado no Diário Oficial da União no dia 7 do mês passado.

Falta, no entanto, a realização do licenciamento ambiental. A MTC afirma já contar com investidores parceiros para a realização da obra. Em Caravelas, onde funcionava a Estação Ponta de Areia, nome da música de Milton Nascimento, há um porto e um aeroporto, que também precisam de investimentos. Assim como antes, a linha poderá servir para o transporte de cargas e passageiros. Se

Um dos focos da MTC é o transporte, para o litoral, de lítio, utilizado na produção de baterias para carros elétricos e telefones, cuja extração vem sendo incrementada por empresas estrangeiras exatamente na região de Araçuaí. Em 2021 uma das empresas com atuação na região, a Sigma Mineração, anunciou investimentos de R$ 1,2 bilhão para exploração do mineral na divisa dos municípios de Araçuaí e Itinga.

A expectativa da MTC é que as obras da ferrovia comecem assim que obtidas as licenças ambientais. Pelos cálculos da empresa, os documentos devem ser liberados em três meses a partir da data de entrega do projeto aos órgãos estatais do meio ambiente.

O prefeito de Caravelas, Sílvio Ramalho (PP), diz que o aeroporto da cidade, que não está em funcionamento, teve R$ 20 milhões de investimentos por parte do governo federal e está com suas duas pistas prontas para uso. É preciso, porém, recursos para construção de hangares e estrutura para recebimento de cargas. O porto também precisa de investimentos de ampliação.

Em relação ao transporte de passageiros, o prefeito avalia que, com a ferrovia, será possível incrementar a visitação, a partir da cidade, do Parque Nacional Marinho de Abrolhos e diz que a Estação Ponta de Areia voltará a funcionar no mesmo local, perto do porto, depois de investimentos, que terão que ocorrer também em outras estações do trajeto.

Veja também

Alckmin vai representar o Brasil na posse do novo presidente do Irã

O vice-presidente Geraldo Alckmin (PSB) vai representar o Brasil na posse do novo presidente do …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!