segunda-feira 15 de julho de 2024
Foto: Reprodução / Top Rank
Home / ESPORTE / Deputada aplaude conquista do baiano Robson Conceição, campeão mundial de boxe
terça-feira 9 de julho de 2024 às 18:35h

Deputada aplaude conquista do baiano Robson Conceição, campeão mundial de boxe

ESPORTE, NOTÍCIAS


A deputada estadual Fabíola Mansur (PSB) registrou, na Assembleia Legislativa, uma moção de aplausos em homenagem ao baiano Robson Conceição, novo campeão mundial de boxe profissional. O pugilista, nascido e criado no bairro da Boa Vista de São Caetano, em Salvador, venceu o norte-americano O’Shaquie Foster, em decisão dividida, na luta realizada em 6 de julho de 2024, na cidade de Newark, estado de New Jersey, EUA, conquistando o cinturão dos super-penas (até 58,97kg) do Conselho Mundial de Boxe (WBC).

Robson Conceição, que foi o primeiro brasileiro a levar um ouro no boxe nas Olimpíadas do Rio/2016, teve uma calorosa recepção ao desembarcar na capital baiana, nesta segunda-feira (8). Em entrevista às emissoras de rádio e TV presentes no Aeroporto Internacional de Salvador, relatou a socialista, o novo campeão mundial de boxe destacou que a conquista “ ra o resultado de muita perseverança em nunca desistir dos objetivos”.

O baiano entrou na seleta lista de boxeadores que atingiram o ápice na carreira conseguindo uma conquista mundial. Nesse rol estão inclusos também os baianos Acelino Popó, Waldemar Sertão e Bia Ferreira. O lendário Eder Jofre, Miguel de Oliveira, Rose Volante e Danila Ramos (todos de São Paulo), e o catarinense Patrick Teixeira completam este time da chamada “nobre arte” que trouxe um cinturão mundial para o Brasil em diferentes associações de boxe.

A procuradora especial da Mulher da ALBA conta que, depois de ser campeão olímpico há oito anos no Brasil, Robson Conceição migrou para o boxe profissional, possuindo atualmente um cartel de 19 vitórias, 2 derrotas, 1 no contest (luta sem resultado) e 1 empate. As suas únicas derrotas foram justamente nas disputas do título mundial, contra Oscar Valdez (2021) e Shakur Stevenson (2022), ambas por decisão unânime. Na sua terceira chance de disputa de título, o baiano empatou com Emanuel Navarrete, em 2023.

A legisladora revela que a história de vida de Robson Conceição foi com dificuldades financeiras, tendo que batalhar desde cedo para alcançar o sucesso de hoje. Robson foi matriculado em um projeto social aos 13 anos, no bairro de São Caetano, e lá encontrou a sua vocação. O técnico, Nino Brito, “sabia que ele brigava na rua e o aconselhou a focar no esporte, como atleta do boxe, pois assim poderia chegar à Seleção Brasileira”. Ao longo do tempo, com os treinamentos do experiente técnico Luís Dórea, mais uma vez Robson Conceição conseguiu para a Bahia um título mundial.

“O boxe educou nosso Robson Conceição, mudou sua vida e o tornou cidadão do planeta. Receba os aplausos de pé dessa admiradora e fã. Você é um atleta vitorioso, nos ringues e na vida. Parabéns, Robson Conceição”, manifestou a deputada Fabíola Mansur, solicitando que esta moção seja encaminhada ao pugilista Robson Conceição, à Federação de Boxe do Estado da Bahia (FBEB), à Confederação Brasileira de Box (CBBox) e à Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb).

Veja também

Alexandre de Moraes retira sigilo de áudio de “Abin paralela” de Bolsonaro; ouça

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou nesta segunda-feira (15) a …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!