domingo 16 de janeiro de 2022
Foto: Divulgação / CMC
Home / NOTÍCIAS / Criação de 400 cargos e nova secretaria causa polêmica em prefeitura da Região Metropolitana de Salvador
quinta-feira 13 de janeiro de 2022 às 06:21h

Criação de 400 cargos e nova secretaria causa polêmica em prefeitura da Região Metropolitana de Salvador

NOTÍCIAS, RMS


Conforme matéria do jornal Tribuna, a política em Camaçari estaria pegando fogo. A Câmara Municipal aprovou a criação de mais de 400 cargos comissionados e criou uma nova pasta, a Secretaria da Mulher. Os projetos que mudam a estrutura da gestão municipal foram enviados pelo Executivo em regime de urgência e apreciados pela Casa em sessão extraordinária logo após o Réveillon e durante o recesso parlamentar.
Além da Secretaria da Mulher, que será criada junto com 115 novos cargos, está prevista a criação de cargos também nas secretarias de Administração, Habitação e Desenvolvimento da Agricultura e Pesca.

A oposição reagiu. O vereador Dentinho do Sindicato (PT) entrou com um mandado de segurança preventivo para que a sessão fosse suspensa. “Não compete a um único vereador convocar sessão extraordinária, mormente pelo fato de o comunicado que o mesmo fizeste não se tratar sequer de ato de convocação”, diz a peça.

Além disso, segundo Dentinho, o texto aponta que a sessão deveria ter sido presencial, e não virtual, como ocorreu na tarde desta quarta. “Por fim, e não menos importante, uma correta convocação de Edis para realização de sessão em sua modalidade extraordinária deve possuir pauta específica, clara e objetiva, evidenciando o que será abordado em tal sessão, o que não ocorre no presente caso”, finaliza o pedido.

Liderança da oposição de Camaçari, após ter ficado com 40% dos votos na eleição para prefeito, em 2020, Ivoneide Caetano (PT) comentou o caso. Ela criticou o prefeito Antonio Elinaldo (DEM) pela matéria, enviada por ele ao legislativo no último dia 3, e disse que os cargos não servirão à população de Camaçari. “Sou a favor da geração de emprego, mas a gente sabe que não é este o caso. É uma manobra eleitoreira para beneficar as pessoas de Salvador, os deputados que eles querem eleger”, disse Ivoneide.

“Porque cargos com salários de 10 mil reais certamente não são para as 45 mil famílias que estão hoje desassistidas sem renda. Sim, em Camaçari temos 45 mil famílias que perderam o Bolsa Família e no dia 30 não possuem um real sequer de renda. E nós sabemos que esses cargos não vão contemplar essas famílias”, acrescentou.

 

Veja também

Um economista progressista debate com os neoliberais

Aqui está uma entrevista com Guilherme Santos Mello. É formado pela PUC-SP, ,cientista social pela …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Um dos maiores formadores de líderes empresariais do mundo nasceu no Brasil

error: Content is protected !!