domingo 3 de julho de 2022
Foto: Reprodução/Portal Manaus
Home / DESTAQUE / CPI da Covid vai recorrer de decisão que livrou governador do Amazonas de depor
quinta-feira 10 de junho de 2021 às 10:34h

CPI da Covid vai recorrer de decisão que livrou governador do Amazonas de depor

DESTAQUE, JUSTIÇA, NOTÍCIAS


A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, instalada pelo Senado, vai recorrer da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que permitiu que o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), não comparecesse à Casa nesta quinta-feira (10). O depoimento do amazonense estava agendado para hoje, mas o governante não compareceu embasado numa decisão da Corte.

A ministra Rosa Weber concedeu habeas corpus preventivo ao governante. Caso a CPI consiga reverter a decisão, uma nova data de depoimento será definida.

Wilson Lima foi convocado acerca da crise sanitária vivida pelo estado no início deste ano. A falta de oxigênio para pacientes internados agravou a situação da pandemia de COVID-19.

Outro ponto diz respeito a possíveis desvios de verbas na compra de respiradores que seriam para hospitais do Amazonas. A Polícia Federal investiga a questão e já realizou operações no estado.

A CPI da COVID apura possíveis ações e omissões do governo federal no enfrentamento à pandemia do coronavírus e repasses de verbas a estados e municípios. A comissão foi instalada em 27 de abril deste ano.

O que é uma CPI?

As comissões parlamentares de inquérito (CPIs) são instrumentos usados por integrantes do Poder Legislativo (vereadores, deputados estaduais, deputados federais e senadores) para investigar fato determinado de grande relevância ligado à vida econômica, social ou legal do país, de um estado ou de um município. Embora tenham poderes de Justiça e uma série de prerrogativas, comitês do tipo não podem estabelecer condenações a pessoas.

Para ser instalado no Senado Federal, uma CPI precisa do aval de, ao menos, 27 senadores; um terço dos 81 parlamentares. Na Câmara dos Deputados, também é preciso aval de ao menos uma terceira parte dos componentes (171 deputados).

Há a possibilidade de criar comissões parlamentares mistas de inquérito (CPMIs), compostas por senadores e deputados. Nesses casos, é preciso obter assinaturas de um terço dos integrantes das duas casas legislativas que compõem o Congresso Nacional.

O que a CPI da Covid investiga?

Instalada pelo Senado Federal em 27 de abril de 2021, após determinação do Supremo Tribunal Federal (STF), a CPI da COVID trabalha para apurar possíveis falhas e omissões na atuação do governo federal no combate à pandemia do novo coronavírus. O repasse de recursos a estados e municípios também foi incluído na CPI e está na mira dos parlamentares.

O presidente do colegiado é Omar Aziz (PSD-AM). O alagoano Renan Calheiros (MDB) é o relator. O prazo inicial de trabalho são 90 dias, podendo esse período ser prorrogado por mais 90 dias.

Veja também

“Eu sou o cabra mais feliz do mundo”, diz o cantor de música nordestina que faz mais parcerias com outros cantores

“Eu ouso dizer que ninguém da música nordestina fez tanta parceria quanto eu já fiz”, …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!