segunda-feira 15 de julho de 2024
Foto: Arquivo/Agência Brasil
Home / CONCURSOS / Concurso Público Nacional Unificado: Incra oferece 742 vagas
sábado 13 de janeiro de 2024 às 10:35h

Concurso Público Nacional Unificado: Incra oferece 742 vagas

CONCURSOS, NOTÍCIAS


O Concurso Público Nacional Unificado (CPNU) vai possibilitar o ingresso de 742 novos servidores no Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). As regras da seleção foram publicadas pelo Governo Federal no dia 10 de janeiro. O processo, liderado pelo Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI), vai preencher 6.640 vagas em 21 órgãos públicos federais.

As normas do concurso estão presentes em oito editais específicos, publicados no Diário Oficial da União. Os documentos podem ser consultados em https://www.gov.br/gestao/pt-br/concursonacional.

Esses editais representam os diferentes blocos temáticos contemplados no processo de seleção unificado, em modelo que amplia a possibilidade de escolha da vaga, respeitando a vocação e o perfil profissional de cada candidato. Isso ocorre porque o CPNU permitirá a inscrição para mais de um cargo, desde que no mesmo eixo temático.

As provas serão aplicadas em 5 de maio, em 220 cidades brasileiras, distribuídas em todas as Unidades Federativas, com questões objetivas de conhecimentos gerais e específicos e dissertativas por área de atuação.

As vagas destinadas ao Incra e aos outros órgãos do concurso foram classificadas nos seguintes blocos temáticos por área de formação, disponível para consulta em https://www.gov.br/gestao/pt-br/concursonacional/blocos-tematicos/blocos-tematicos-do-concurso-publico-nacional-unificado .

Inscrições

As inscrições estarão abertas entre os dias 19 de janeiro e 9 de fevereiro. A taxa será de R$ 60,00, para vagas de nível médio, e de R$ 90,00, para vagas de nível superior. Estão isentos desse pagamento os candidatos que integram o Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico); aqueles que cursam ou cursaram faculdade com apoio do Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies) ou do Programa Universidade para Todos (ProUni), assim como para os doadores de medula óssea.

A inscrição deve ser realizada pelo próprio candidato, apenas pelo aplicativo Gov.br. Serão aceitos todos os níveis de conta na plataforma Gov.br (ouro, prata ou bronze). No ato, será gerada uma Guia de Recolhimento da União (GRU). Esse é o único mecanismo de pagamento. Nenhuma outra opção é válida.

No dia 5 de maio, as provas do CPNU serão aplicadas pela manhã e à tarde. Serão provas objetivas de conhecimentos gerais e conhecimentos específicos e provas discursivas, de caráter classificatório e eliminatório.

O Concurso Unificado conta com reserva de vagas, conforme estabelece a legislação vigente, sendo: 5% para pessoas com deficiência; 20% para pessoas negras, além de 30% das vagas da Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai) para candidatos indígenas.

Com o modelo proposto pelo CPNU, o governo quer ter duas vezes o número de aprovados em relação às vagas oferecidas em cada bloco. Isso forma um cadastro reserva para suprir tanto as demandas por cargos definitivos ou por cargos temporários. O concurso terá validade de 12 meses, podendo ser prorrogado por mais 12 meses.

A divulgação dos resultados das provas objetivas e dos resultados preliminares das provas discursivas e das redações está marcada para o dia 3 de junho. A divulgação final dos resultados ocorrerá em 30 de julho. O início da convocação para posse ou início dos cursos de formação será em 5 de agosto.

Veja também

Em pronunciamento, Biden afirma que diferenças devem ser resolvidas nas urnas

Em raro pronunciamento no Salão Oval, da Casa Branca, presidente americano condena violência política e …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!