segunda-feira 15 de julho de 2024
Foto: Divulgação
Home / NOTÍCIAS / Codevasf apoia pesquisa e inovação por meio do Prêmio Jovem da Água de Estocolmo 2024
quarta-feira 5 de junho de 2024 às 13:19h

Codevasf apoia pesquisa e inovação por meio do Prêmio Jovem da Água de Estocolmo 2024

NOTÍCIAS


Vencedor do prêmio é o estudante piauiense Manoel Nunes Neto, de 17 anos, responsável por criar projeto para monitorar a qualidade da água em comunidades carentes

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) marcou presença na 8ª etapa brasileira do Prêmio Jovem da Água de Estocolmo (Stockholm Junior Water Prize – SJWP ), na tarde da segunda-feira (3), em Brasília. A Codevasf foi uma das instituições patrocinadoras do evento, que é promovido pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES), por meio do seu Programa de Jovens Profissionais do Saneamento (JPS), e pela Câmara Brasileira de Comércio na Suécia ( Brazilcham Sweden ).

O vencedor da etapa brasileira do prêmio foi o estudante Manoel Nunes Neto, com o projeto “Rover aquático autônomo para monitoramento da qualidade da água”. O projeto do estudante piauiense de 17 anos é voltado ao monitoramento da qualidade da água em comunidades carentes. O dispositivo de baixo custo utiliza parâmetros como pH e turbidez para determinar a potabilidade da água. O jovem cientista cursa o 3° ano do ensino médio e foi orientado pelo professor Eduardo Alves Carvalho.

O projeto surgiu da observação de Manoel sobre a necessidade de suporte em relação ao consumo de água em comunidades com poucos recursos financeiros. O estudante projetou um equipamento acessível e reciclável que substitui a necessidade de técnicos para verificar a qualidade da água.

“Desde criança, sempre fui apaixonado por robótica. A ideia de criar o Rover Aquático Autônomo surgiu no ano passado, ao me deparar com reportagens que destacavam os desafios enfrentados pelas comunidades ribeirinhas devido à presença de metais pesados, como o mercúrio, na água. Percebi a falta de um equipamento acessível que pudesse alertar sobre possíveis contaminações, o que motivou a criação deste projeto”, explicou Manoel.

Na abertura da premiação, o diretor-presidente da Codevasf, Marcelo Moreira, parabenizou os jovens participantes e cumprimentou os organizadores do evento, que incentiva os jovens a buscarem soluções para problemas cotidianos do nosso país. “Há pouco, tive a oportunidade de conversar com todos os participantes finalistas do prêmio. Todos têm soluções para o tratamento e o monitoramento dos nossos recursos hídricos”, destacou.

Codevasf apoia pesquisa e inovação entre jovens por meio do Prêmio Jovem da Água de Estocolmo 2024.jpeg
Codevasf apoia pesquisa e inovação entre jovens por meio do Prêmio Jovem da Água de Estocolmo – Foto: Divulgação

Estímulo à ciência

O Prêmio Jovem da Água de Estocolmo é uma disputa científica internacional realizada na Suécia, que contempla e divulga trabalhos de estudantes de 15 a 20 anos voltados para a solução de problemas práticos relacionados à água. A cada edição, o prêmio reúne trabalhos de jovens inovadores ao redor do mundo, com projetos relacionados aos temas água, saneamento e sustentabilidade, motivando-os a buscarem soluções voltadas a esses assuntos.

A premiação é realizada anualmente em duas etapas: uma nacional, realizada em cada um dos países participantes, e uma internacional, na qual ocorre a grande final. O vencedor da competição desta edição, Manoel Nunes Neto, representará o Brasil na final internacional do Stockholm Junior Water Prize durante a Semana Mundial da Água, em Estocolmo, na Suécia. O prêmio tem a participação de mais de 40 países.

A participação da Codevasf no Stockholm Junior Water Prize 2024 está alinhada a valores corporativos, a objetivos estratégicos e à missão da Companhia, que consiste em “Promover o desenvolvimento regional de forma integrada e sustentável nas bacias hidrográficas, contribuindo para a redução de desigualdades”.

Participaram da cerimônia Witan Silva, coordenador nacional do Prêmio Jovem da Água de Estocolmo e do JPS; Elisa Sohlman, CEO da Câmara Brasileira de Comércio na Suécia; Mário Cezar Guerino, vice-presidente nacional da ABES; Grazielle Borges, secretária-geral da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb); André Luiz Giancotti, gerente-geral do CCBB Brasília; e Aguinaldo Ballon, presidente da Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae), entre outras autoridades.

Veja também

Moema Gramacho é precursora: ‘Cavalos nas ruas de Lauro de Freitas é uma extensão da SESP para podar grama’

No podcast InOff nesta semana, o apresentador Matheus Morais e pré-candidato a vereador de Lauro …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!