sexta-feira 19 de julho de 2024
Foto: Divulgação/Reuters
Home / DESTAQUE / China lidera patentes sobre Inteligência Artificial generativa
sexta-feira 5 de julho de 2024 às 07:25h

China lidera patentes sobre Inteligência Artificial generativa

DESTAQUE, MUNDO, NOTÍCIAS


Os inventores da China apresentaram a grande maioria de pedidos internacionais de patentes para inovações que utilizam a Inteligência Artificial generativa, cujo número total no mundo se multiplicou por oito desde 2017, anunciou a ONU na quarta-feira (3).

A aceleração é muito rápida e uma quarta parte das 54.000 patentes apresentadas durante a última década para inovações em IA generativa foram apresentadas no ano passado, disse o Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI) em um relatório.

A Inteligência Artificial Generativa, chamada de GenAI, “se tornou uma tecnologia revolucionária”, destacou o diretor da OMPI, Daren Tang.

O mundo descobriu essa tecnologia no final de 2022, quando o acesso ao ChatGPT foi aberto, embora esse sistema conversacional existe desde 2017.

Esses programas de informática alimentados e “treinados” por bilhões de dados conseguem criar em poucos segundos texto, vídeo, música e código.

As patentes de GenAI representam apenas 6% das patentes de IA no mundo, mas o número de solicitações está crescendo rapidamente.

“É um setor em pleno crescimento”, disse Christopher Harrison, chefe de análise de patentes da OMPI.

Essa tecnologia está impulsionando novos produtos industriais e de consumo, incluindo chatbots como ChatGPT e Gemini do Google.

Também pode contribuir para a fabricação de novas moléculas para o desenvolvimento de medicamentos e permitir a fabricação e melhoria de novos produtos.

Inovação

O relatório destaca a grande vitalidade da China. Entre 2014 e 2023, de um total de 54.000 patentes de GenAI, mais de 38.000 vieram da China, seis vezes mais do que os Estados Unidos, que estão em segundo lugar com 6.276.

A Coreia do Sul está em terceiro lugar, com 4.155, seguida pelo Japão, com 3.409. A Índia, onde foram registradas 1.350 patentes de GenAI, é o país que mais cresce.

Por empresas, as chinesas estão no topo da lista. A Tencent lidera, seguida pela Ping An Insurance, Baidu e a Academia Chinesa de Ciências.

A IBM, sediada nos EUA, está em quinto lugar, seguida pela Alibaba, da China, pela Samsung Electronics, da Coreia do Sul, e pela Alphabet, a empresa controladora do Google.

A ByteDance, empresa controladora do TikTok, e a Microsoft ocupam os últimos lugares entre os 10 primeiros.

A OMPI observa que a maioria das patentes se refere a invenções no campo da imagem, mas que moléculas, proteínas e genes também estão crescendo.

De acordo com o diretor geral da OMPI, Daren Tang, o relatório oferece “uma visão geral do que está acontecendo agora, para que possamos fazer suposições um pouco mais informadas sobre o que acontecerá nos próximos anos”.

Ele também reconhece que há perigos, como a perda maciça de empregos ou a violação da propriedade intelectual.

Se a GenAI “minar a criatividade humana e impedir que um criador humano ganhe a vida, será algo a que realmente teremos de prestar atenção”, disse Tang, que espera que os criadores de modelos e os criadores de conteúdo encontrem um terreno comum.

De acordo com Tang, essa tecnologia revolucionária deve manter os seres humanos “no centro do ecossistema de inovação”.

Veja também

Justiça absolve Sérgio Cabral em ação sobre à saúde pública

A 9ª Vara de Fazenda Pública do Rio de Janeiro absolveu numa ação de improbidade …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!