sexta-feira 19 de agosto de 2022
Foto: Reprodução/ONU
Home / Mundo / MUNDO / China libera US$188 bi para bancos em 2º corte de compulsório neste ano
segunda-feira 6 de dezembro de 2021 às 14:48h

China libera US$188 bi para bancos em 2º corte de compulsório neste ano

MUNDO, NOTÍCIAS


O Banco do Povo da China (PBoC, na sigla em inglês) disse em seu site que cortará a taxa de depósito compulsório para os bancos em 50 pontos-base. A medida valerá a partir de 15 de dezembro.

Alguns analistas acreditam que o crescimento pode desacelerar ainda mais no quarto trimestre em relação à taxa de 4,9% do terceiro trimestre, embora a expansão no ano cheio ainda possa ficar em torno de 8%.

“A redução da taxa de compulsório ajudará a aliviar a pressão negativa sobre a economia e a suavizar a curva de crescimento econômico”, disse Wen Bin, economista sênior do Minsheng Bank, conforme Agência Reuters.

“Embora haja pouca pressão para atingir a meta de crescimento econômico deste ano, o trabalho econômico enfrentará grandes pressões e desafios no próximo ano.”

O corte, o segundo neste ano após uma ampla diminuição em julho, foi sinalizado pelo premiê Li Keqiang na sexta-feira como uma forma de aumentar o apoio à economia, especialmente às pequenas empresas.

A redução não se aplicará a instituições financeiras cuja alíquota atual de compulsório está em 5%, disse, acrescentando que a média ponderada da taxa de compulsório para instituições financeiras será de 8,4% após o novo corte.

Pesquisa da Reuters em outubro mostrou que economistas esperavam que o crescimento da China arrefecesse para 5,5% em 2022, mas alguns analistas reduziram previsões diante de novos riscos, como a deterioração do setor imobiliário. A nova variante do coronavírus (Ômicron) também é vista como fator adicional de risco.

Veja também

STF decide que nova lei de improbidade deve alcançar casos em andamento

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu de acordo com Paulo Roberto Netto, do UOL, que …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!