terça-feira 30 de novembro de 2021
Foto: Reprodução
Home / JUSTIÇA / Chefes do MPF defendem procuradores da Lava Jato sob risco de demissão
quinta-feira 21 de outubro de 2021 às 19:55h

Chefes do MPF defendem procuradores da Lava Jato sob risco de demissão

JUSTIÇA, NOTÍCIAS


Representantes de 37 Procuradorias Regionais da República divulgaram na tarde desta quinta-feira (21) uma carta de solidariedade aos 11 procuradores da Lava Jato do Rio que correm o risco de serem demitidos por sua atuação em processo contra os ex-senadores Romero Jucá e Edison Lobão.

Na última terça, de acordo com a revista Veja, o Conselho Nacional do Ministério Público aprovou abertura de processo disciplinar administrativo contra os procuradores por suas condutas na investigação que apurou suspeitas de recebimento de propina para as obras da usina nuclear de Angra 3, no Rio. Os servidores teriam divulgado na ocasião informações sobre os réus protegidas por segredo de justiça. Foram Lobão e Jucá que entraram com queixa sobre os procuradores no CNMP.

Na carta emitida nesta quinta, procuradores-chefes de 37 procuradores regionais do MPF dizem que os servidores ora acusados de práticas irregulares “limitaram-se, de forma absolutamente legal, a cumprir corriqueira obrigação constitucional de dar publicidade à atuação de um órgão de estado”.

“A injustiça dói, ademais a quem é atingido cumprindo seu dever, e tanto se dedicou a recuperar o estado e a coisa pública, notadamente no Estado do Rio de Janeiro. Que tenham a certeza de que a dor que sentem é também sentida por seus colegas espalhados pelas unidades do MPF em todo o Brasil. Não estão, e não estarão sós. A Justiça prevalecerá”, diz a carta.

A pena de demissão seria a punição máxima nesses casos. Os servidores do MPF que vão responder a processos disciplinares são: José Augusto Vagos, Eduardo El Hage, Fabiana Schneider, Marisa Ferrari, Gabriela Câmara, Sérgio Pinel, Rodrigo Timóteo, Stanley Valeriano, Felipe Bogado, Renata Baptista e Tiago Martins.

Veja também

Casos de coceira misteriosa mais que dobram em uma semana e intriga Governo de Pernambuco

O número de casos de lesões que causam coceira na pele mais que dobrou em …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!