terça-feira 9 de agosto de 2022
Novo estudo prova que núcleo da Terra oscila (Crédito: Reprodução/Divulgação)
Home / Mundo / MUNDO / Centenas de sarcófagos, múmias e estátuas são encontradas no Egito
quarta-feira 29 de junho de 2022 às 06:22h

Centenas de sarcófagos, múmias e estátuas são encontradas no Egito

MUNDO, NOTÍCIAS


Arqueólogos do Egito encontraram um verdadeiro tesouro de artefatos na necrópole de Saqqara, incluindo 250 múmias completas, em sarcófagos de madeira pintados, assim como 100 estátuas de deuses egípcios antigos feitas de bronze.

Os artefatos são de cerca de 2.500 anos atrás, durante a Época Baixa do Egito, segundo declaração do ministério de antiguidades do país.

O tesouro foi encontrado no “Cemitério de Animais Antigos” de Saqqara, um complexo de templos fora de Cairo nomeado anteriormente como “Bubasteion” – referência à antiga deusa egípcia Bast, ou Bastet, venerada na forma de um gato.

O complexo foi renomeado em 2019, todavia, depois que arqueólogos descobriram outros tipos de animais mumificados, assim como estátuas de outros deuses egípcios.

“A descoberta de hoje confirma que o templo não era exclusivamente para gatos, mas para outras divindades egípcias também”, disse o diretor das escavações, Mohammed Al Saidi.

A necrópole de Saqqara fica próxima à fronteira de um planalto desértico a cerca de 25 km de Cairo, a capital do país.

O Império Aquemênida comandava o Egito como sua província durante a Época Baixa, mas a cultura egípcia floresceu ainda assim durante o reinado, e muitos templos foram construídos.

As últimas descobertas na região incluem cerca de 150 estátuas de deuses egípcios feitas de bronze, como Anúbis, um deus dos mortos frequentemente visto com a cabeça de um chacal; Osíris, o rei dos mortos; Amon-Min, um deus da fertilidade, exibido com um falo ereto; Nefertem, o filho de Bastet; Ísis, esposa de Osíris e deusa fertilidade e magia, e Hator, deusa da beleza, extremamente popular e vista como protetora das mulheres.

Os arqueólogos também encontraram duas estátuas pintadas de madeira das deusas Ísis e Néftis, irmã da primeira. Ambas as deusas foram colocadas como protetoras de um caixão, e cada uma das estátuas tinha o rosto feito com camadas folheadas em ouro.

“Elas estavam [numa] posição sentada [próximas ao caixão], uma delas perto da cabeça, e a outra dos pés, numa posição chamada de ‘as enlutadas’ e ‘lamentadoras’ dos mortos”, disse Al Saidi.

Os arqueólogos também encontraram um rolo de papiro – papel feito de juncos – no mesmo caixão; ele não foi desenrolado, mas os arqueólogos acreditam que ele deve ter 10 metros, contendo capítulos do Livro dos Mortos egípcio, um texto ritualístico feito para guiar uma pessoa morta em sua jornada do pós vida. O papiro foi enviado para exame em laboratório.

Veja também

Estou com sintomas de varíola do macaco, o que devo fazer?

Agência Adventista lança campanha de orientação sobre doença No último dia 23 de julho, a …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!