terça-feira 19 de outubro de 2021
Foto: Reprodução/TV Brasil
Home / DESTAQUE / Bolsonaro diz que manifestação do 7 de setembro darão ultimato aos ministros do STF
sexta-feira 3 de setembro de 2021 às 11:22h

Bolsonaro diz que manifestação do 7 de setembro darão ultimato aos ministros do STF

DESTAQUE, NOTÍCIAS


O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), sinalizou na manhã desta sexta-feira (3), durante seu pronunciamento no ato de assinatura de contrato da FIOL com a Bamin, em tom de ameaça, que após as manifestações do dia da Independência do Brasil, atos em apoio ao seu governo e que segundo ele serão gigantes em todo o país, os ministros do Supremo Tribunal Federal, Luís Roberto Barros e Alexandre de Moraes, que “ousam desafiar”, saberão “voltar ao seus lugares”.

“Após o 7 de setembro, o que ficará para todo nós, depois da demonstração gigante de patriotismo visto em todos os quatro cantos do Brasil; duvido que aqueles um poucos, dois que ousam nos desafiar, desafiar a Constituição, desrespeitar o povo brasileiro saberão voltar para seu lugares. Quem dá esse ultimato não sou eu, é o povo brasileiro; povo ao qual repito, nós todos políticos devemos lealdade”, destacou Bolsonaro no ato.

O chefe do executivo federal se disse feliz em ver “a Bahia cada vez mais verde e amarelo”, que é “diferente de vermelho”, em referência às cores do PT e dos partidos de esquerda. Bolsonaro confirmou que estará em Brasília e em São Paulo no dia sete de setembro e reforçou que suas ameaças contra os ministros da Suprema Corte.

“Se deus quiser no próximo dia sete estarei pela manhã na Esplanada dos Ministérios e a tarde na Avenida Paulista, no estado de São Paulo. Quero dirigir a palavra aos que lá estarão, não para idolatrar um político, mas para mostrar a grandeza do nosso país e grandiosidade de seu povo. Não precisamos sair das 4 linhas da Constituição, temos tudo que precisamos, mas se alguém quiser jogar fora nós mostraremos que podemos fazer também. Fazer valer a vontade e a força de seu povo”, destacou o presidente.

Bolsonaro reforçou ainda mais: “no dia sete estarei onde o povo estiver, como sempre, não existe país melhor que esse, nossa liberdade não tem preço. Tudo faremos, mais que a nossa própria vida pela liberdade. A vida sem liberdade não existe”.

Bolsonaro, Roma, Tarcísio e Malafaia em evento na Bahia para assinatura da FIOL

Silas Malafaia chama Rui Costa de ‘vagabundo’

Veja também

Salvador aguarda retorno da temporada de cruzeiros marítimos em novembro

Com a chegada do Verão e o retorno de setores da economia, após o período …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!