sexta-feira 3 de dezembro de 2021
Foto: Reprodução/DW
Home / JUSTIÇA / Banco nacional de DNA alcança marca de 100 mil registros de condenados
quinta-feira 25 de novembro de 2021 às 09:02h

Banco nacional de DNA alcança marca de 100 mil registros de condenados

JUSTIÇA, NOTÍCIAS


A Rede Integrada de Bancos de Perfis Genéticos, uma espécie de banco nacional de DNA, chegou à marca de 100 mil materiais genéticos de indivíduos condenados criminalmente. O projeto é coordenado pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública.

O número representa um aumento de 14 vezes com relação ao registrado no início de 2019, quando havia pouco menos de 7 mil perfis de condenados.

Ao todo, são mais de 127 mil perfis cadastrados na rede entre locais de vestígios, referências de pessoas desaparecidas, restos mortais não identificados, condenados e identificados criminalmente.

Desde 2019, o ministério investiu cerca de 150 milhões de reais no banco de perfis genéticos, que foi criado em 2013 e já auxiliou em mais de 2,8 mil investigações criminais no Brasil até o momento.

Veja também

‘Não deixarei de contribuir com o país’, diz Eduardo Leite sobre o futuro

Depois de perder as prévias do PSDB para João Doria, o governador do Rio Grande …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!