segunda-feira 27 de junho de 2022
Foto: Reprodução
Home / NOTÍCIAS / As novas perguntas do Datafolha que pode irritar Bolsonaro, diz coluna
quarta-feira 22 de junho de 2022 às 17:25h

As novas perguntas do Datafolha que pode irritar Bolsonaro, diz coluna

NOTÍCIAS, POLÍTICA


O presidente Jair Bolsonaro (PL) ficou incomodado segundo a coluna Maquiavel, da Veja, com a última pesquisa feita pelo instituto Datafolha, divulgada no dia 26 de maio, que apontou uma diferença de 21 pontos a favor do seu rival, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) – 48% a 27%.

A distância foi a maior apontada até agora por um instituto de pesquisa na disputa entre os dois. De quebra, o resultado mostrou que o petista chegava a 54%, percentual suficiente para ele liquidar a eleição no primeiro turno.

Esses números levaram suposto desconforto à campanha de Bolsonaro.

O Datafolha divulga nesta quinta-feira(23) uma nova pesquisa presidencial. E, independentemente dos resultados da corrida eleitoral, uma coisa é certa: pode irritar o presidente.

Um bloco, por exemplo, que será aprofundado é o da situação econômica do país, mais especificamente da fome, um tema que promete ser central na campanha. O instituto incluiu no questionário perguntas ao entrevistado que podem colocar o governo em situação desconfortável, como “a quantidade de comida na sua casa é suficiente? ” e “o dinheiro que sua família ganha é suficiente?”.

Também haverá um bloco sobre a Amazônia, na esteira dos assassinatos do indigenista brasileiro Bruno Araújo Pereira e do jornalista britânico Dom Phillips. Há perguntas específicas sobre o crime, como se o governo fez o que poderia para investigar as mortes e se os assassinatos irão prejudicar as ações do governo na Amazônia ou a imagem do país no exterior.

Mas há também perguntas mais amplas, sobre se o governo Bolsonaro mais incentiva ou mais combate a ação de caçadores e pescadores ilegais, a invasão de terras indígenas, o desmatamento e o garimpo ilegal na Amazônia.

Também há, por fim, uma pergunta que vai incomodar Bolsonaro pela natureza do tema: a opção sexual do brasileiro. O Datafolha está tentando apurar se o entrevistado é heterossexual, homossexual, bissexual ou se enquadra em alguma outra denominação.

Todos esses temas polêmicos, claro, podem ficar em segundo plano na escala de irritação bolsonarista se os resultados eleitorais não forem mais animadores que os do último levantamento feito pelo instituto.

O levantamento está sendo feito por meio de entrevistas pessoais e vai ouvir 2.556 eleitores em todos os estados do país e no Distrito Federal. As entrevistas começaram a ser feitas nesta quarta-feira, (220 e serão concluídas amanhã.

Veja também

Cédula de R$ 20 completa vinte anos: veja o que era possível comprar em 2002

Nesta segunda-feira (27), a nota de R$ 20 completa 20 anos. Lançada em 27 de …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!