quarta-feira 19 de janeiro de 2022
Foto: Sandra Travassos/Agência ALBA
Home / NOTÍCIAS / AL-BA: Adolfo Menezes confirma que reajuste do funcionalismo será votado
quinta-feira 9 de dezembro de 2021 às 07:07h

AL-BA: Adolfo Menezes confirma que reajuste do funcionalismo será votado

NOTÍCIAS, POLÍTICA


O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Adolfo Menezes (PSD), disse que o Legislativo apreciará ainda em 2021 um projeto de lei que o Executivo finaliza, reajustando os salários do funcionalismo público defasado pela inflação de dois dígitos.

Contudo, conforme o jornal Tribuna, Adolfo Menezes não quis oferecer detalhes da matéria, pois caberá o anúncio formal dos percentuais ao governador Rui Costa (PT). Ele adiantou que o reajuste será diferenciado – por categoria profissional – e que o maior percentual chegará a 19%, recuperando perdas inflacionárias.

A gestão estadual se comprometeu em enviar os projetos de reajuste nos próximos dias. “Sabemos dos anos difíceis que atravessamos, a inflação e a perda do poder de consumo dos servidores devem ser minimizadas. É uma forma de recomposição, dentro dos limites da responsabilidade fiscal”, ressaltou Adolfo.

O presidente  também abordou a conjuntura nacional, as eleições de 2022 nos cenários local e nacional. Ele comentou as críticas que o campo da pré-candidatura do senador Jaques Wagner (PT) vem recebendo por sinalizar que pode montar uma chapa de veteranos da política para a eleição ao Governo da Bahia. “Você não pode discutir idade. Tem que discutir ideias e realizações. […] ACM Neto é novo, mas a gente não pode discutir idade. Tem que discutir realizações”, avaliou. Na esfera nacional, ele declarou que o pré-candidato do PSD, Rodrigo Pacheco, não deve ir longe e que o partido do “centrão” deve tomar uma decisão sobre quem vai apoiar em meados do ano que vem.

Adolfo também fez um rápido balanço das atividades parlamentares deste ano, frisando que em momento algum houve paralisação das atividades de plenário, sendo a Bahia o segundo estado a instituir um modelo de votação virtual, o Sistema de Deliberação Remota (SDR) e anunciou um esforço para zerar a pauta de votações antes do início do recesso de janeiro.

Sobre a reabertura dos trabalhos totalmente presenciais na Assembleia, o presidente voltou a esclarecer que todas as medidas sanitárias continuarão a ser tomadas e que as decisões sobre retorno ficarão a cargo da Mesa Diretora e da assessoria médica da Casa: “Estávamos planejando para retomar tudo no início do ano, mas a nova variante nos obrigou a ter cautela. Vamos aguardar os relatórios e procedimentos”, acrescentou.

O presidente da ALBA admitiu a possibilidade de se criar o regramento para que apenas as pessoas vacinadas possam acessar as dependências do Palácio Luís Eduardo Magalhães e seus anexos a partir do próximo ano e observou: “Não é papel nosso obrigar ninguém a tomar a vacina, mas vamos trabalhar para que seja exigido que para transitar por aqui tenha sido vacinado. É uma medida de segurança”.

Veja também

Pretas Por Salvador solicitam que Prefeitura reveja estratégias de vacinação para crianças de 5 a 11 anos

Nesta última segunda-feira(17), o mandato coletivo Pretas Por Salvador (PSOL/BA), usou suas redes sociais para …

um comentário

  1. Sou funcionário publico estadual 30 horas lotado na fundac com salario base abaixo do minimo o que é inconstitucional e à mais de 6 anos sem aumento, além de não ter plano de cargos e salários não consigo subir um degrau à mais de 20 anos. A quem posso recorrer se o governador pegou ranço com a categoria?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Um dos maiores formadores de líderes empresariais do mundo nasceu no Brasil

error: Content is protected !!