domingo 7 de agosto de 2022
Foto: Amanda Perobelli/Reuters
Home / DESTAQUE / 1º DE MAIO: Atos a favor de Lula e Bolsonaro são convocados para domingo
sexta-feira 29 de abril de 2022 às 11:36h

1º DE MAIO: Atos a favor de Lula e Bolsonaro são convocados para domingo

DESTAQUE, NOTÍCIAS, POLÍTICA


O Dia do Trabalhador, celebrado neste domingo (1º), será marcado por manifestações de apoio em São Paulo aos dois candidatos que lideram a corrida eleitoral à Presidência da República.

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) convocam atos na Avenida Paulista enquanto manifestantes que defendem Lula (PT) reúnem-se na Praça Charles Miller, no estádio do Pacaembu.

Organizado pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) e outras entidades sindicais, o ato petista terá shows de Daniela Mercury, Leci Brandão, Francisco el Hombre, Dexter e KL Jay a partir das 10h. O evento é intitulado “Emprego, Direitos, Democracia e Vida”.

“Trinta e sete anos após o fim da ditadura, o País tem um governo autoritário, fascista, que aplaude a tortura e flerta com o golpismo para se manter no poder. A luta por democracia, dizem os sindicalistas, voltou a ser a bandeira prioritária da classe trabalhadora e, por isso, este 1° de Maio no Pacaembu será histórico”, afirma Douglas Izzo, presidente da CUT de São Paulo, em nota.

O PT ainda convoca a atos em Maceió (AL), Salvador (BA), Fortaleza (CE), Brasília (DF), Goiânia (GO), Rio de Janeiro (RJ), Foz do Iguaçú (PR), Porto Alegre (RS), Florianópolis (SC) e Chapecó (SC).

Já a manifestação bolsonarista é convocada às 14h principalmente pelo movimento Nas Ruas e pela deputada federal Carla Zambelli (PL-SP). Uma das pautas será a defesa do deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ), condenado a 8 anos e 9 meses pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e alvo de graça decretada por Bolsonaro.

“A ideia é fazer uma manifestação de apoio ao decreto do presidente Bolsonaro. Falaremos sobre decisões, sobre a inversão de valores em algumas decisões: enquanto pessoas estão sendo julgadas por crime de opinião e chegam a mais de oito anos de cadeira, outras pessoas que cometeram crimes gravíssimos estão soltas e com seus direitos políticos garantidos”, disse Tomé Abduch, fundador do Nas Ruas, à Jovem Pan.

Confirmaram presença os ex-ministros do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, pré-candidato ao governo de São Paulo. Nem Bolsonaro nem Lula confirmaram participações nos atos.

Veja também

Maíza Leão torna-se oficialmente candidata a deputada estadual

Maiza Leão foi oficializada como candidata a deputada estadual na convenção do Partido Progressista que …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!